Skip to content

Budismo, meditação e cultura de paz | Lama Padma Samten

Tara Vermelha e 21 Taras

Tara é o aspecto feminino de buda, e da mesma forma que ela é indissociável do estado desperto iluminado de buda, todas as deidades femininas são aspectos de Tara e indissociáveis dela. Os métodos que empregamos para atingir as qualidades iluminadas de Tara foram transmitidos por muitas linhagens perfeitas de praticantes altamente realizados do budismo tibetano. De Tara foi ao renomado mestre budista indiano Nagarjuna e então para Guru Rinpoche, o grande mestre budista que trouxe o budismo Vajraina ao Tibete.


O tesouro de Tara Vermelha constitui um ciclo extenso que inclui práticas preliminares, ioga dos sonhos, práticas curativas, ioga dos canais sutis e ensinamentos extensos sobre a natureza da mente. As etapas da prática de Tara Vermelha são intercaladas com preces de homenagens às vinte uma Taras escritas por um outro grande lama da escola Nyngma, chamado Kenpo Ngaga e transmitida a nós por S. Ema. Chagdud Tulku Rinpoche, mestre do Lama Padma Samten.

Mestres