Skip to content
Home » Curso: o Budismo, o Pensamento Chinês e o Mundo Contemporâneo

Curso: o Budismo, o Pensamento Chinês e o Mundo Contemporâneo

    De 15 de agosto a 24 de outubro de 2022.
    Todas as segundas-feiras das 19h30 às 21h.

    “Existem duas questões profundamente interligadas que chamam nossa atenção e que conduzem à reflexão no mundo contemporâneo: a primeira delas é o impacto avassalador da tecnologia da informática na constituição do mundo histórico contemporâneo, o segundo é a emergência da China enquanto uma renovada perspectiva na filosofia, na ética e na política. Torna-se assim fundamental neste contexto uma tentativa de compreensão da perspectiva chinesa no campo da informática. Neste contexto chama profundamente a atenção o processo de renascimento do pensamento tradicional atualmente em curso na China, e, em particular, do pensamento budista. Existem três aspectos fundamentais nesta relação entre o Budismo e o pensamento chinês. O primeiro deles é que a transmissão do Budismo na China representa sua presença inicial em meio à uma civilização plenamente consolidada a partir de suas próprias bases, a segunda é que a filosofia budista instaura uma dialética sem síntese em meio ao pensamento chinês tradicional e a terceira é que esta transmissão do Budismo constitui um primeiro precedente que pode ajudar profundamente a elucidar a relação entre a China e a ciência e a tecnologia de origem ocidental. A existência de perspectivas filosóficas na China atual que defendem a necessidade de uma diversidade de tecnologias formuladas a partir de diferentes cosmologias (Yuk Hui) pode contribuir de forma profunda para a constituição de uma renovada modalidade de tecnologia informática e de redes sociais no Brasil e na América Latina, apontando para a superação do imperialismo tecnológico implantado através da assim chamada “mundialização da técnica ocidental”.”

    Joaquim Monteiro

    Cronograma das aulas:

    1) Introdução

    2) O Budismo, a filosofia chinesa e as questões contemporâneas.

    3) O Budismo das traduções de Kumarajiva.

    4) A “ignorância” no Satya-siddhi-sastra.

    5) Aula especial (Emily Walsh )

    6) O Budismo das traduções de Xuan Zhang.

    7) O “apego inerente” e o “carma coletivo” na escola Yogacara.

    8) O “carma coletivo” e a tendência auto destrutiva no AbhidharmaKosa.

    9) Debate com a participação da Emily Walsh e monge Seikaku (Celso Marques)

    10) Esboço de conclusão e um renovado questionamento.

    Bibliografia:

    – Anne Cheng, “História do pensamento chinês”, Editora Vozes, 1997.

    – Bryan W. Van Norden, “Introdução à filosofia chinesa”, Editora Vozes, 2018.

    – Dao de Jing Laozi- tradução do original chinês e organização, Mario Bruno Sproviero, Professor de língua e literatura chinesa da Universidade de São Paulo, Hedra, São Paulo, 2002.

    – Laozi-Dao de jing o livro do Tao- tradução Chiu Yi Chih, Mantra, 2017.

    – Zeljko Loparic (org), “A escola de Kyoto e o perigo da técnica”, Dww editorial, 2009.

    – “Não sou meu cérebro- filosofia do espírito para o século XXI”, Markus Gabriel, Editora Vozes, 2018.

    – “Porquê o mundo não existe”, Markus Gabriel, Editora Vozes, 2015.

    – Miguel Nicolelis, “O verdadeiro criador de tudo-como o cérebro humano esculpiu o mundo como nós o conhecemos”, Crítica, 2020.

    – “Modernidade e tradição na China hoje”, Antonio Florentino Neto (org), editora Phi, 2021.

    – “Como ler a filosofia da mente”, João de Fernandes Teixeira, Paulus, 2008.

    – “Inteligência artificial”, João de Fernandes Teixeira, Paulus, 2009.

    – “Filosofia do cérebro”, João de Fernandes Teixeira, Paulus, 2012.

    – “Discovering China: european interpretations in the enlightment”, edited by Julia Ching and Willard Oxtoby, University of Rochester Press, 1992.

    – Yuk Hui, “Tecnodiversidade”, Ubu editora, 2020.

    – “As bases filosóficas do Budismo chinês”, editora Phi, 2020.

    – “O Budismo Yogacara: uma introdução”, editora UFPB, 2015.

    Como: Serão 10 encontros on-line utilizando a plataforma ZOOM.

    Quando: De 15 de agosto a 24 de outubro de 2022.

    Contribuição flexível: a partir de R$ 240,00 até R$ 300,00 para quem quiser contribuir com um valor acima do valor mínimo.

    Inscrições passo a passo:

    – Fazer pagamento, via depósito bancário, Banco Banrisul, agência 0032, Conta 39.069426.0-7 (conta POUPANÇA), Código do Banco para TED:041 – Dados: José Celso Aquino Marques, CPF 500.158.508-20,

    – ou PIX, chave de acesso: institutozenmaitreya@gmail.com,

    em nome de José Celso Aquino Marques.

    – Enviar o comprovante para o e-mail: institutozenmaitreya@gmail.com.

    – Informando seu nome completo, cidade, Estado e um contato de celular.

    – Para poder assistir as aulas gravadas, via Youtube, precisamos que nos envie, por gentileza, um endereço de e-mail do Gmail.

    – Aguardar a confirmação do recebimento do seu comprovante e confirmação de sua inscrição por email.

    Observação: Os inscritos receberão um link para o acesso às aulas on-line, por email e via grupo no whatsapp.

    AGOSTO, dias 15, 22, 29

    SETEMBRO, dias 05, 12, 19 e 26

    OUTUBRO, dias 03, 10 e 17

    De 15 de agosto a 24 de outubro de 2022.
    Horário: Todas as segundas-feiras das 19h30 às 21h.

    As aulas serão gravadas e caso a pessoa não consiga assistir ao vivo, poderá assistir a gravação em outro horário. As perguntas ao professor poderão ser feitas via Whatsapp e por email.

    Ministrante: Professor Doutor Joaquim Monteiro

    Currículo: Joaquim Antônio Bernardes Carneiro Monteiro possui graduação em psicologia pela Universidade Santa Úrsula.RJ (1983), Mestrado em Budismo chinês pela Universidade de Komazawa, Tóquio, Japão (1997) e Doutorado em Budismo chinês pela mesma Universidade. (2001). Foi pesquisador do Instituto de estudos da cultura budista da Universidade Doho, Nagoya (1988-2003), Ensinou no Departamento de estudos budistas da Universidade de Komazawa (2001-2003), lecionou língua japonesa no Departamento de japonês da Universidade I-Show, Kaohsiung, Taiwan (2003-2005) e foi bolsista da Capes e Professor visitante na Coordenação de Pós-graduação em ciências das religiões da Universidade Federal da Paraíba, UFPB. (2013-2017). Dedica-se atualmente à tradução da literatura do Abhidharma Sarvãstivãda preservada em Mandarim e de obras da filosofia japonesa moderna e contemporânea.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.